VIOLÊNCIA contra a Mulher

Números

Violência contra a Mulher na Baixada Santista - Estupros 2015-2018

Violência Contra as Mulheres - (Lei n° 14.545 de 14 de setembro de 2011)

Estatísticas - Violência Contra as Mulheres

Violência Contra as Mulheres - Pesquisa

Violência Contra as Mulheres - Gráficos e Análise

Feminicídios no Brasil

Cresce o nº de mulheres vítimas de homicídio no Brasil; dados de feminicídio são subnotificados

Os casos de estupro na baixada em 2017 praticamente dobraram em relação aos registrados em 2016 segundo a SSP

LOCAL 2016 2017 VARIAÇÃO AUMENTO
Bertioga 13 9 0,69 -31 %
Cubatão 4 13 3,25 225 %
Guarujá 50 67 1,34 034 %
Itanhaém 28 65 2,32 132 %
Mongaguá 18 15 0,83 -17 %
Peruíbe 14 31 2,21 121 %
Praia Grande 63 65 1,03 3 %
Santos 38 39 1,03 3 %
São Vicente 61 67 1,10 10 %
RMBS 264 498 1,89 89 %
Baixada 416 773 1,86 86 %
Capital 2.316 2.546 1,10 10 %
Estadual 10.055 11.089 1,10 10 %

8 de Março - Caminhada e Ato pela Paz - “Violência, Basta!”

Página INICIAL BASTA DE VIOLÊNCIA

Dados e estatísticas sobre violência contra as mulheres

Agressões físicas e psicológicas são as principais formas de violência contra mulheres

Do total de atendimentos realizados pelo Ligue 180 – a Central de Atendimento à Mulher no 1º semestre de 2016, 12,23% (67.962) corresponderam a relatos de violência. Entre esses relatos, 51,06% corresponderam à violência física; 31,10%, violência psicológica; 6,51%, violência moral; 4,86%, cárcere privado; 4,30%, violência sexual; 1,93%, violência patrimonial; e 0,24%, tráfico de pessoas. Saiba mais

3 em cada 5 mulheres jovens já sofreram violência em relacionamentos, aponta pesquisa realizada pelo Instituto Avon em parceria com o Data Popular (nov/2014).

Pesquisa apoiada pela Campanha Compromisso e Atitude, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, revela 98% da população brasileira já ouviu falar na Lei Maria da Penha e 70% consideram que a mulher sofre mais violência dentro de casa do que em espaços públicos no Brasil.

Saiba mais: Pesquisa Percepção da Sociedade sobre Violência e Assassinatos de Mulheres (Data Popular/Instituto Patrícia Galvão, 2013)

Um deficiente ou criança é estuprado por hora em São Paulo

Relógio da Violência - A CADA 2 SEGUNDOS, UMA MULHER É VÍTIMA de  Violência Física ou Verbal

A culpa NÃO é delas !

70% das vítimas de estupro no Brasil são crianças e adolescentes

Crimes contra a dignidade sexual Estupro e tentativas de estupro antes e depois da lei 12.015 de 2009. Números absolutos e taxas.

Estupro no Brasil: uma radiografia segundo os dados da Saúde IPEA

Cidades da Baixada Santista têm quase um estupro por dia
Já foram 157 casos nos últimos seis meses nos nove municípios da região

A maior parte dos estupros acontecem dentro da casa das vítimas

A Baixada Santista registrou quase um caso de estupro por dia nos primeiros seis meses do ano. As estatísticas oficiais foram divulgados nesta terça-feira (25), pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), e apontam que somente no primeiro semestre, pelo menos 157 pessoas foram vítimas desse crime. 

No ano passado, no mesmo período, foram 132 casos – uma alta de 18,93%. Esse tipo de crime foi o que apresentou a maior alta na comparação com o primeiro semestre do ano anterior. 

Itanhaém e São Vicente são as duas cidades que concentram o maior número de ocorrências do tipo: 31 casos em cada município. Na sequência, está Guarujá, com 28. 

Segundo o comandante da Polícia Militar na região (CPI-6), coronel Rogério Silva Pedro, um fator determinante dificulta a ação da polícia na prevenção desse tipo de ocorrência: a maior parte dos casos é de estupro de vulnerável e acontece dentro da própria residência da vítima. 

“Na maior parte ocorrem em uma relação familiar. Pedimos sempre o apoio de professores, de agentes da saúde, para que avisem à polícia sempre que verificarem uma mudança de comportamento da criança”. 

Serviços de proteção à mulher pelo Brasil

 

Hospital Pérola Byington > Programa Bem Me Quer

Delegacias da Mulher só existem em 7,9% das cidades brasileiras

Número de casos de estupro no Brasil pode ser 10 vezes maior

Sete mulheres são mortas por dia no Brasil vítimas de violência doméstica
País é o 5º no ranking do feminicídio; na região, três crimes passionais chamaram a atenção na última semana

Estupros aumentam e homicídios dolosos diminuem na região

Violência contra a mulher no Brasil

“O poder público só nos vê quando a gente tomba”

A fogueira está armada para nós

SENADO FEDERAL: Pauta Feminina discute violência na internet

Tipos de Violências contra as mulheres - Classificação adotada pela SSP-SP

HOMICÍDIO DOLOSO
HOMICÍDIO CULPOSO
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
LESÃO CORPORAL DOLOSA
MAUS TRATOS
CALÚNIA - DIFAMAÇÃO - INJÚRIA
CONSTRANGIMENTO ILEGAL
AMEAÇA
INVASÃO DE DOMICÍLIO
DANO
ESTUPRO CONSUMADO
ESTUPRO TENTADO
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
OUTROS C/C/ DIGNIDADE SEXUAL

Indicadores da Violência contra as Mulheres
Observatório da Mulher contra a Violência - Senado Federal

Panorama da violência contra as mulheres no Brasil
Relatório em PDF com indicadores nacionais e estaduais
Observatório da Mulher contra a violência - Senado Federal

Panorama da violência contra as mulheres no Brasil n°2 Brasília | 2018
Indicadores nacionais e estaduais

Visível e invisível: a vitimização de mulheres no Brasil
Homicídios, Prevenção, Registros e estatísticas, Violência contra a mulher

  1. Infográfico
  2. Apresentação
  3. Relatório

Atlas da Violência 2017

  1. Infográfico
  2. Apresentação da Pesquisa
  3. Relatório da Pesquisa

CAUSAS que levaram ao ato BASTA DE VIOLÊNCIA

Me deixem deixar de ser vítima: me deixem voltar a ser eu - Ouvir o texto
Maravilhoso texto da figurinista assediada pelo Jose Mayer, vale a pena ler, pedagógico e lindo

VIOLÊNCIA contra a Mulher Vídeo

Vídeo Ciclo da Violência

Vídeo Advogada PROGRESSISTA explica o que pode ser considerado assédio sexual

Em entrevista ao Heródoto Barbeiro, a advogada PROGRESSISTA Luiza Nagib Eluf fala sobre o assédio sexual.
De acordo com a especialista, ele ocorre quando alguém se prevalece da posição superior para praticar atitudes relacionadas à área da sexualidade, que a vítima não aceitaria se não estivesse sendo constrangida.
Portanto, o caso de José Mayer é considerado estupro, pois ele chegou a apalpar as partes íntimas da funcionária.

Direitos Humanos, Polícias, Registros e Estatísticas, Violência contra a Mulher

Polícia precisa falar sobre estupro: percepção sobre violência sexual e atendimento a mulheres vítimas de estupro nas instituições policiais
Autor(es)/Pesquisador(es):Samira Bueno, Renato Sérgio de Lima, Marina Pinheiro, Roberta Astolfi, Thandara Santos e Olaya Hanashiro.
Tags:Mulher, violência sexual, estupro, polícia, survey/pesquisa de opinião.
Tipo de publicação: Relatório de pesquisa, Infográfico de divulgação
Ano da publicação: 2016

As mulheres nas instituições policiais
Autor(es)/Pesquisador(es): Samira Bueno, Renato Sérgio de Lima, Maria José Tonelli, Thandara Santos, Ludmila Ribeiro, Rafael Alcadipani, Beatriz Rodrigues, Patrícia Nogueira Pröglhöf, David Marques, Cauê Martins, Ana Lídia Santana
Tags: mulher, policiais, polícias, assédio, violência sexual, agressão sexual, condições de trabalho, survey/pesquisa de opinião.
Tipo de publicação: Apresentação de pesquisa
Ano da publicação: 2015

2º VARAL DA VERGONHA

Data: 04/05/2017
Horário: 15 horas
Local: Praça Mário Covas - Morrinhos

Caravana da Indignação e o o Varal da Vergonha 1ª Edição

 

Brasil teve 5 estupros por hora em 2015, aponta estudo

Mau atendimento à vítima e impunidade comprometem denúncias de estupro, diz ONG

Delegacia de Defesa da Mulher

A Polícia Precisa Falar Sobre Estupro

Casos pavorosos que clamam por justiça

Travesti é assassinada a pedradas em Guarujá

Familiares de menina morta após estupro participam de missa e pedem justiça

Direitos, responsabilidades e serviços para enfrentar a violência

Um dossiê digital que sistematiza dados e pesquisas, reúne informações e análises estratégicas e disponibiliza um banco de fontes e ferramentas de busca facilitada.

agenciapatriciagalvao.org.br

Vejam também a página que mostra a PREPARAÇÃO do evento

FOTOS do evento

REPERCUSSÃO do Ato

OFÍCIO da Prefeita

MANIFESTO Basta de Violência

Carta de REIVINDICAÇÕES

AGRADECIMENTOS

SlideShowS: MARCHA CARTAZES ATO FOTOS VIOLÊNCIA
(Arquivos SWF - Abrir com o SwiffPlayer)

A TRIBUNA. 28/08/2018

28/08/2018

Leia mais em: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/homicidios-registram-alta-na-baixada-santista-aponta-ssp/?cHash=909fa3e6d801a8553598253e3436aee2
28/08/2018

Leia mais em: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/homicidios-registram-alta-na-baixada-santista-aponta-ssp/?cHash=909fa3e6d801a8553598253e3436aee2

Homicídios registram alta na Baixada Santista, aponta SSP
De acordo com órgão, crescimento foi de 4,9% de um ano para o outro. Registros de furtos e roubos diminuíram

A TRIBUNA, 03/10/2016

Brasil

Baixada Santista

OBS.: 2016 - Dados parciais

A TRIBUNA, 26/11/2016 - Baixada Santista

Violencia_Setembro_2016.jpg

A TRIBUNA, 25/10/2016 - Baixada Santista

Furtos de veículos na Baixada Santista têm queda
Em compensação, roubos do tipo aumentam; dados são da Secretaria de Segurança

A TRIBUNA, 22/09/2016 - Baixada Santista

A TRIBUNA, 27/08/2016 - Baixada Santista

A TRIBUNA, 26/07/2016 - Baixada Santista

Estupros: A violência sexual continua em alta na RBS: 15,7% maior, de 114 para 132 ocorrências

A TRIBUNA, 26/06/2016 - Baixada Santista

A TRIBUNA, 26/05/2016 - Baixada Santista

Estupros dos quatro primeiros meses aumentam 46,4 % na baixada santista

Isso é literalmente um caso de polícia

Em Guarujá, o aumento foi de 76,2 % !

Criminalidade Abril 2016

Coincidência ou não, os dados referentes a estupro voltaram a ser divulgados, depois de nossa denúncia na Rádio Cacique

Política da Hora 24 Programa transmitido dia 21/03/2016 - O tema do programa é : Esconder estatística não reduz a violência

Baixada Santista

Tribuna de hoje, 25/02/2016 aponta queda nos índices de criminalidade, mas o índice de crimes contra a mulher cresce.

Estupro tem a maior taxa de crescimento da Baixada.

É preocupante esta escalada da violência contra as mulheres.

Operação Verão, que terminou no dia 14 deste mês, trouxe para a Baixada Santista 2.182 policiais

O mês de janeiro deste ano teve diminuição significativa das ocorrências registradas na Baixada Santista em relação ao mesmo período do ano passado.

Homicídios dolosos (com intenção de matar) e latrocínios (roubos seguidos de mortes) recuaram 50%.

Roubos de veículos caíram 26,8%, furtos 14,7%, furtos de veículos 14,4% e roubos gerais 11,7%.

Os dados são de responsabilidade da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

O bom resultado parece estar relacionado diretamente com o reforço da Polícia Militar (PM) na Operação Verão.

Entre 18 de dezembro e 14 de fevereiro a região recebeu 2.182 policiais, número 17,2% maior do que a temporada anterior.

Detalhamento

O número total de homicídios dolosos caiu pela metade, de 18 para 9. Os dois latrocínios de janeiro na região foram em Mongaguá.

Em 2015 aconteceram quatro roubos seguidos de mortes no primeiro mês do ano.

A redução dos roubos de veículos também chama a atenção, de 276 para 202 (menos 26,8%).

Já os furtos, quando objetos de valor são subtraídos sem que a vítima veja, passaram de 2.685 para 2.290 (14,7%).

E os furtos de veículos recuaram de 437 para 374 (14,4%).

Os roubos gerais, quando o criminoso ameaça gravemente a vítima, geralmente com arma de fogo, caíram de 1.662 para 1.467 (11,7%).

Mas ainda são expressivos: 47 pessoas foram roubadas por dia na baixada santista em janeiro.

Estupro

Diante de um cenário positivo, um, dos sete principais crimes que servem como base para as estatísticas, está em alta: o estupro.

A violência sexual cresceu 33, 3%, passando de 18 para 24 casos.  

Notícia publicada na A TRIBUNA de Santos em 26/01/2016

ONU Mulheres: a percepção do mundo sobre as mulheres

“Mulheres precisam…
ser colocadas em seus lugares

conhecer seus lugares

ser controladas

ser disciplinadas
“Mulheres devem…
ficar em casa

ser escravas

ficar na cozinha

ficar em silêncio na igreja

Criação: Ogilvy & Mather, Dubai, Emirados Árabes Unidos

Mais informações sobre VIOLÊNCIA

EQUIDADE DE GÊNERO

Vídeo :  Eliane-Belfort-apresenta-a-palestra-Igualdade.mp4

Violência contra a mulher: feminicidios no Brasil

Mais da metade das vítimas de estupro no Brasil tem menos de 13 anos, diz estudo

   
Segundo Ipea, 88,5% das vítimas são do sexo feminino, 51% de cor preta ou parda e 46% não possuem ensino fundamental

Dados nacionais sobre violência contra as mulheres - 2015

Dados e fatos sobre Violência contra as Mulheres

25 de Novembro: Dia Internacional do Combate à Violência Contra as Mulheres

Breve análise mundial da violência contra a mulher

65% dos brasileiros acreditam que "mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas", 70% da população feminina mundial é ou será vítima de violência, mais de 100 milhões já foram mutiladas e tantos outros milhões estupradas. A estatística mundial só mostra o que ainda não compreendemos: a porcentagem é um ser humano e isso tem que ser combatido.

Imagens: Para visualizar a imagem no tamanho original, clique nela, e mande abrir em outra aba ou página

Número de estupros até Agosto - 2015

CIDADE Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto TOTAL Habitantes Estupros/100 mil habitantes
Bertioga 0 3 1 0 0 0 4 0 8 55.138 14,5
Guarujá 2 5 5 4 5 6 3 4 34 308.989 11,0
Santos 0 0 4 5 7 5 5 2 28 433.565 6,45
Cubatão 2 1 0 2 0 1 0 1 7 126.105 4,76
São Vicente 2 0 2 2 2 2 6 5 21 353.040 5,95
Praia Grande 4 4 2 1 4 6 4 6 31 293.695 10,5
Mongaguá 1 2 1 0 0 0 4 0 8 51.580 15,5
Itanhaém 7 1 5 0 3 1 1 2 20 94.977 21,1
Peruíbe 0 0 1 1 0 2 0 1 5 64.531 7,7
TOTAL 18 16 21 15 21 23 27 21 162 1.781.620 9,1


 
Cidade Estimativa populacional 2014 Quantidade de novos habitantes Variação populacional (%)
Santos 433.565 412 0,10%
São Vicente 353.040 2.575 0,73%
Guarujá 308.989 2.306 0,75%
Praia Grande 293.695 5.728 1,99%
Cubatão 126.105 927 0,74%
Itanhaém 94.977 1.281 1,36%
Peruíbe 64.531 716 1,12%
Bertioga 55.138 1.459 2,70%
Mongaguá 51.580 939 1,85%
Baixada Santista 1.781.620 16.343 0,92%