Eleições 2020

Termo de Compromisso Prefeito Amigo da Mulher

Candidatura laranja

Acordo de acompanhamento da participação feminina nas eleições

Neste vídeo, a professora Gabriela Araujo comenta alguns prazos alterados pelo adiamento das Eleições de 2020, com a promulgação da Emenda Constitucional nº 107.

Ela também escreve um artigo em que comento com mais detalhes todos os prazos e disponibilizo tabelas comparativas que podem ser úteis às pré-candidaturas.

MEU VOTO SERÁ FEMINISTA


MAIS FEMINISTAS NO PODER!


O calendário das Eleições 2020 finalmente está fechado e agora podemos dizer que começa a jornada de eleição de mais feministas para ocupar as câmaras municipais e prefeituras! Vitória dos movimentos sociais e das articulações pela democracia. Teremos eleições mais segura do ponto de vista das condições de saúde e vamos lutar para que sejam também democráticas, dentro do que rege as prerrogativas constitucionais.

A Câmara Federal aprovou a Proposta de Emenda à Constituição(PEC) vinda do Senado e adiou as eleições para os dias 15 e 29 de novembro, o primeiro e o segundo turno de votação. O motivo da mudança foi a insegurança sanitária provocada pela pandemia do novo coronavírus.

O texto da PEC foi aprovado depois de muita barganha política de prefeit@s e deputados, que trocaram o voto de aprovação por recursos do Fundo de Participação de Estados e Municípios (confere detalhes nessa matéria de @Leonardo Sakamoto - https://bit.ly/3gfzwpI).

O Supremo Tribunal Eleitoral entrou no debate e contribuiu para o acordo de adiamento de 40 dias, sem prorrogação de mandados.

Confira como ficou o novo calendário, com datas bem importantes para serem anotadas pelas pré-candidatas feministas!

Vamos juntas votar feminista e levar nossa agenda para os parlamentos e prefeituras.

Comissão TSE Mulheres

Im.pulsa: apelidada de ‘Netflix para pré-candidatas’ é uma plataforma online e gratuita dividida em 4 frentes: disponibiliza cartilha, vídeo-aulas, exemplos de estratégias bem sucedidas e documentos pré-moldados, como planilhas  de orçamento de campanha. 

Durante 45 dias, realizamos uma pesquisa com mulheres interessadas em política para compreender o Perfil da Mulher na Política Brasileira.

4111 mil mulheres responderam ao questionário e os resultados estão disponíveis para todas que se interessam por gênero e política no Brasil.

O Manual da Mulher Candidata se soma a iniciativas para fomentar candidaturas femininas

Publicação gratuita orienta desde o registro na Justiça Eleitoral até estratégias de financiamento e de comunicação.

O Manual da Mulher candidata do Me Farei Ouvir foi destaque em matéria do HuffPost Brasil

Guia Acessível para Candidatura das Mulheres

A Guia Acessível para a Candidatura das Mulheres foi escrita numa parceria entre a Associação Visibilidade Feminina e a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados e contou com o apoio da Escola de Gente para tornar seu conteúdo acessível para mecanismos ledores.

A Guia surgiu com o objetivo de contribuir com a capacitação técnica e prática de mulheres que tenham interesse em lançar suas candidatas nas eleições municipais de 2020 e possuem pouca ou nenhuma estrutura para construção de sua candidatura.

A acessibilidade tanto na forma quanto no conteúdo é uma preocupação desde o início da elaboração da Guia.

Participantes:

Deputada  Soraya Santos, Primeira Secretária;
Deputada Professora Dorinha, Coordenadora da Bancada Feminina;
Deputada Carmen Zanotto, Terceira Procuradora Adjunta;
Polianna Pereira dos Santos, Presidenta da Associação Visibilidade Feminina e Mulher Progressista;
Lara Marina Ferreira, Membra da Associação Visibilidade Feminina;
Pedro Prato, Coordenador-Geral da Escola de Gente; e
Júlia Rosa Barcelos, Assessora no TSE.